Sindicato Nacional dos Trabalhadores
em Atividades Subaquáticas e Afins
Na designação da nossa missão, só temos como opção a vitória!

O PRESIDENTE DO SINDICATO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM ATIVIDADES SUBAQUÁTICAS E AFINS, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, convoca todos os seus associados para a ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada no dia 18/06/2015 (quinta-feira) nesta Entidade com endereço, na Av. Franklin Roosevelt, nº.115 / Grupo 1204, Castelo, RJ., CEP.: 20021-120, e/ou nas frentes operacionais de trabalho, onde se encontrarem trabalhadores subaquáticos, em 1ª Convocação às 14:00 horas e última convocação às 14:30 min., para se discutir a seguinte ordem do dia:

O Sintasa está preparando a realização de cursos de qualificação e atualização para a categoria profissional dos subaquáticos. A iniciativa faz parte de um plano de trabalho para este ano de 2015.

Serão diversas parcerias com docentes especializados que irão proporcionar oportunidades para novos conhecimentos. Os cursos serão certificados.

Nota 01: Na data de 22/05/2015 (sexta-feira) faleceu num acidente de motocicleta no Recreio dos Bandeirantes o companheiro EDILSON ESTEVES DO AMARAL, mais conhecido como AMARAL.

Amaral teve sua trajetória nas equipes de robótica submarina não tripulada por diversas empresas do ramo, e também teve uma brilhante atuação como dirigente sindical na década de 1990 junto ao SINTASA.

 

É correta a anulação de acordo extrajudicial estabelecendo a renúncia, pelo trabalhador, à multa de 40% do FGTS a que tem direito quando de sua demissão. Com esse entendimento, a 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho negou recurso de uma empresa que visava, exatamente, reverter esse entendimento.

Com muito pesar informamos que no dia 02/06/2015 (terça-feira) a Direção do SINTASA recebeu o comunicado do falecimento do ex Diretor LUIS ANSELMO SOARES (mais conhecido como Anselmo).

Somos sabedores que o sepultamento ocorreu no dia 04/06/2015 (quinta-feira) no Cemitério no bairro de Santa Cruz, às 13:30.

O sindicalismo vive uma crise que se revela também na crise de representatividade. Os sindicatos representam os trabalhadores ou as empresas, sendo a “representação” uma questão legal, enquanto que a “representatividade” é uma questão de legitimidade, ou seja, detém representatividade quem legítima e eficazmente representa um grupo.